Potengi: Pré-candidato Salviano Alencar (PDT) foi condenado a pagar R$10.000,00 de multas por propaganda antecipada

Pré-candidato a prefeito Salviano Alencar (PDT) - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Pré-candidato a prefeito Salviano Alencar (PDT) - Foto: Reprodução/Redes Sociais

A 68¬™ Zona da Justiça Eleitoral de Potengi julgou mais dois processos movidos pelo PT contra o pré-candidato Salviano Alencar, condenando ao pagamento de R$ 10.000,00 de multas por propaganda antecipada.

Durante a pré-campanha, tanto Salviano quanto seu grupo político, j√° foram condenados em tr√™s processos eleitorais movidos pelo Partido dos Trabalhadores, representado por seu advogado Dr. Marcelo Cristian Sampaio Martins. Essas condenações resultaram em multas de R$ 5.000,00 cada, além da obrigação de exclusão da propaganda irregular de suas redes sociais.

Nesse último fim de semana, a justiça eleitoral voltou a julgar improcedente mais uma representação movida contra o pré-candidato do PT, Luã Almino. A decisão entendeu pela regularidade da postagem na rede social de Luã no dia 13 de maio, que dizia "SABEM QUE DIA É HOJE? Dia 13!", em fotografia de evento onde ele aparecia juntamente com o Ministro Camilo Santana e o Governador Elmano.

O pré-candidato Salviano e seu grupo v√™m acumulando derrotas judiciais em Potengi, sendo esta a sexta decisão judicial desfavor√°vel enfrentada pelo pré-candidato do PDT. As derrotas t√™m incomodado o grupo político de Salviano Alencar, que se preocupa com a repercussão na maneira com que o pré-candidato do PDT tem sido visto na cidade, além das implicações financeiras das multas para a sua pretensa e futura campanha.

Por sua vez, o pré-candidato do PT, Luã Almino, segue realizando os seus atos de pré-campanha sem nenhum processo judicial eleitoral julgado em seu desfavor.

Repercussões e Implicações

As recentes condenações de Salviano Alencar não apenas adicionam um fardo financeiro consider√°vel para sua campanha, mas também levantam questões sobre sua imagem pública e a viabilidade de sua candidatura. Com seis decisões judiciais adversas acumuladas, a preocupação dentro de seu grupo político cresce, refletindo um cen√°rio desfavor√°vel para suas ambições eleitorais.

Enquanto isso, Luã Almino, do PT, mantém uma trajetória limpa de complicações jurídicas, o que pode fortalecer sua posição entre os eleitores de Potengi.