Prefeituras do Ceará recebem, em 24 horas, R$ 569 milhões do Fundo de Participação dos Municípios

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

Os prefeitos das 184 cidades do Ceará têm motivos para comemorar: o mês de julho será de cofres recheados de recursos transferidos pela União.

Além das verbas das emendas parlamentares, que estão empenhadas ou já foram liberadas pelo Governo Federal, os gestores municipais contam, também, com a parcela extra de 1% do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

EXTRA DO FPM

O montante de recursos, que cai, nesta terça-feira (9), nas contas das 184 prefeituras do Ceará, soma, em valores líquidos, a importância de R$ 398 milhões, 394 mil, 206 reais.

Os menores municípios recebem uma média de R$ 701 mil, enquanto quatro cidades – Caucaia, Juazeiro do Norte, Sobral e Maracanaú, ficam com um valor individual de R$ 7 milhões, 439 mil.

Do volume extra do FPM, a Capital, que concentra o maior número de habitantes, recebe R$ 70 milhões.

Em muitas cidades, os gestores já poderão destinar uma fatia desses recursos para garantir o pagamento do 13º salário dos servidores.

PRIMEIRA PARCELA DO FPM DE JULHO

Simultâneo ao dinheiro extra, as cidades receberão, nesta quarta-feira (10), a primeira parcela do Fundo de Participação dos Municípios: serão, em valores líquidos, R$ 171 milhões, 107 mil, 791. Ou seja, em 24 horas, as 184 cidades do Ceará estão recebendo um total de R$ 569 milhões, 501 mil, 998 reais.
O dinheiro é suficiente para os prefeitos deixarem todas as contas em dia.

Os números do FPM foram divulgados pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e, para as 5.568 cidades brasileiras, o total de verbas é da ordem de R$ 11 bilhões, 573 milhões, 380 mil.