Nova Olinda: Idosas são golpeadas com enxada em tentativa de assalto

Uma das vítimas ficou desacordada com o impacto da agressão. Suspeito foi preso.

Foto: Reprodução/TV Verdes Mares Cariri

Foto: Reprodução/TV Verdes Mares Cariri

Duas idosas foram agredidas com golpes de enxadas durante uma tentativa de assalto, na tarde da última quarta-feira (1º), na zona rural de Nova Olinda, Interior do Ceará. De capuz, o suspeito invadiu o sítio que as irmãs moram. Após agredir as vítimas, ele tentou fugir, mas foi capturado pela população. A Polícia Militar foi acionada e prendeu em flagrante o suspeito, de 34 anos, por tentativa de roubo.

A mulher de 79 anos foi a primeira vítima do criminoso. "Fui agredida por uma rapaz encapuzado. Levei uma enxadada de na cabeça e caí desmaiada, não vi mais nada", declarou a idosa em entrevista à TV Verdes Mares Cariri.

Em seguida, o homem atacou a outra idosa, de 77 anos, que estava em um segundo cômodo da casa.

Ele me pegou por trás, no meu pescoço. E com a outra mão, me deu uma enxadada que eu caí de bruços. Quando eu vi que ia morrer, de repente, eu pedi a Deus, gritei com todas as forças pela minha irmã, ela não apareceu. Então, eu resolvi gritei pela minha vizinha. Quando gritei, ela respondeu e ele [criminoso] correu
Idosa
Vítima

Ao ouvir o pedido de socorro da idosa, o filho da vizinha das irmãs pulou a cerca do sítio e socorreu as duas.

A irmã mais velha, que ficou desacordada, foi levada para o Hospital de Barbalha. Ela passou a noite internada, realizou exames e não precisou realizar nenhuma cirurgia. As duas vítimas ficaram com hematomas pelo corpo por conta do impacto da agressão.

AÇÃO DA POLÍCIA

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), por volta de 14h, uma composição do 2º Batalhão foi acionada para a ocorrência na zona rural da Cidade. Quando os policiais chegaram ao sítio onde moravam as duas irmãs, testemunhas narraram que detiveram o suspeito encapuzado.

As testemunhas e o suspeito foram levados à Delegacia de Polícia Civil do Crato. O homem foi autuado em inquérito por roubo, e a arma do crime foi apreendida.